17 3411-1300 | 17 9 8111-5858 | 17 9 8147-0331
celiflex@celiflex.com.br
Lidar com o mofo

APRENDA A LIGAR COM O MOFO

Um tipo de fungo chamado bolor, o mofo produz um odor desagradável e também está presente nas paredes e no teto do banheiro, em móveis e objetos de madeira e até em alimentos.

“Os bolores são extremamente importantes na natureza, são decompositores de material orgânico. Eventualmente, também podem estar envolvidos na deterioração de bens de consumo, como móveis e objetos de madeiras, além de alimentos – como o pão e as frutas. A umidade é a principal responsável pela presença e desenvolvimento do mofo, mas não é a única. Áreas com pouca iluminação e mal arejadas, além de cortinas, tapetes, colchões e cortinas de chuveiro, enfim, qualquer lugar no qual seja possível conseguir comida o suficiente também oferecem condições para a procriação do fungo. “Estão presentes tanto no norte do país, que é quente, quanto no sul, que é mais frio. Depende da situação, do local e do ambiente”.

QUAIS OS RISCOS?

Não satisfeito com o odor que exala e com o fato de descolorir e causar manchas, o mofo, quando não combatido, também pode se alimentar de tecidos, couro, papel e madeira, até que estes apodreçam e se desfaçam.

Reações alérgicas, episódios de asma, complicações respiratórias e irritação dos olhos e da pele, por exemplo, estão no caminho de pessoas sensíveis ao problema e que tenham contato com os bolores.

COMBATENDO O MOFO:

O velho ditado diz: “melhor prevenir do que remediar”. Pode parecer um clichê, mas, no que diz respeito ao mofo, é uma grande verdade. Se tudo for mantido limpo, bem ventilado e seco, as chances de se ter surpresas desagradáveis são bastante diminuídas.

Manter o local seco (condicionadores de ar podem ajudar, além de substâncias que absorvam a umidade) e promover a circulação de ar em todos os recintos ajuda a barrar a proliferação. Evitar o bolor, contudo, não é possível. “Não se consegue evitar o mofo. O fungo cresce, normalmente, no solo e a principal via de dispersão é o ar atmosférico. A não ser que se trabalhe em uma sala vedada e com filtros, não tem como não entrar em contato”.

“O controle depende da situação, do local em que o fungo está crescendo, do objetivo e, também, de como pode ser feito”. Algumas ações de combate ao mofo utilizadas em superfícies podem não ser adequadas, por exemplo. “O ideal é retirar a umidade do ambiente, o que já diminui bastante a presença do bolor”, completa o especialista.

 
Formulário de Contato
NOME:
TELEFONE:
E-MAIL:
MENSAGEM:
Av. Joaquim Ferreira Costa, 337 – Distrito Industrial V
Votuporanga / SP – CEP 15505-131

(17) 3411-1300
(17) 9 8111-5858
(17) 9 8147-0331

vendas@celiflex.com.br
celiflex@celiflex.com.br